quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Partir, repartir, resignificar

Uma parte de mim, tem que partir
Sim, uma parte de mim tem que me deixar
Esta parte de mim, que me tira do centro, que me põe do avesso referso de mim ...

Despeço-me, afasto aos poucos esta parte não apodrecida, mas que me adormece, que me entorpece e me rouba a razão.

Parte esta que me furtou o tempo, tanto tempo, quanto tempo?
Como um relógio sem bateria, fiquei a mercê da horas de outro alguém, de outros e de ninguém.

Não se mantém em mim a razão, não enquanto esta parte adoecida não for de certa forma "administrada", restaurada, resiginificada.


Sim, preciso ressignificar o quê há em mim que me mantém assim, estranha e adversa de mim mesma!

Renata Renat's, eu mesma! E o não Eu que me tornei e deixo-me de ser conforme Kronos me permite ...

Para Marilene Cambeiro Cambeiro