sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Eros e Psichê







Psiché recebendo seu primeiro beijo de Eros

ARTIST François Gérard (Francois Gerard)
PAINTING Amor and Psyche


Alma e Amor

Psiché e Eros

ENCONTROS CIENTÍFICOS

"O QUE POSSO ESPERAR?"

Data: 03 DE NOVEMBRO - 2ª FEIRA

Horário: 21 HORAS

Coordenação: FERNANDO COUTINHO

Psicanalista, Membro da Escola Brasileira de Psicanálise e da Associação Mundial de Psicanálise.

Com este título Kantiano, pretendo abordar a questão da esperança do ponto de vista da psicanálise, isto é, do ponto de vista da economia libidinal dos seres falantes que nós somos.

Desde a época clássica os pensadores tentaram dar forma a esse sentimento constantemente presente na vida dos humanos. Esperar algo melhor para a própria existência, quer seja pelo apaziguamento do sofrimento produzido pelos males ou limites do nosso próprio corpo ou por melhores relações afetivas com nossos semelhantes resumia a busca por uma vida mais feliz, do ponto de vista tanto material quanto espiritual.

Pretendo dar ligeiras pinceladas sobre as utopias ao longo da história até a invenção de um novo discurso (o psicanalítico) e a criação de um dispositivo que se dispunha a tratar o mal estar humano através da criação de um laço amoroso inédito, a transferência.

Depois de um século da invenção do Inconsciente pelo fundador da psicanálise, os sujeitos que hoje nos pr

procuram têm a mesma esperança na psicanálise que tinham os que nos procuravam há 50 anos, no apogeu de sua prática?

O que se espera do psicanalista do século XXI?

A psicanálise hoje é a mesma de Freud?

A psicanálise hoje é a mesma dos anos cinquenta do século XX?

O que se pode esperar da psicanálise hoje?

*****

AS TRÊS MARIAS

COLAPSO DA ESPERANÇA OU ESPERANÇA NO COLAPSO

Data: 08 DE NOVEMBRO - SÁBADO

Horário: 09h30min

Coordenação: Núcleo Winnicott e o Psicanalisar hoje:

Holding e (ou) interpretação:

Rachel Sztajnberg, Ana Cristina Pinna, Ana Elizabeth Botelho D. Coelho, Elizabeth Leiderman, Lilia Correa, Suzanna Schreirber, Vânia Speiski

*****

"A ESPERANÇA E O ANALISTA"

Data: 08 DE NOVEMBRO - SÁBADO

Horário: 09h30min

Coordenação:

Regina Helena Landim, Lucia Helena Correa C. Coelho, Anna Elisa Penalber

*****
INFORMAÇÕES E INSCRIÇÕES:
(21) 2239-9848
(21) 2512-2265
www.spcrj.org.br
secretaria@spcrj.org.br
LOCAL:
Rua Saturnino de Brito, 79 – Jardim Botânico.
Rio de Janeiro - RJ
Divulgação:
www.agendapsi.com.br

A iludida

Ela se acha perfeita, critica todo mundo. Dá palpite em tudo.Tem opinião para tudo. Me pergutaram ironicamente; "ela é a dona da verdade?"
"Ela? Ah, ela! Pô ela eche o saco !!!". Muitos reclamam.
"Gente, essa garota me encheu de perguntas, que chata, sem noção". Outros irritam-se. Infelizemente não só concordo, como tenho que admitir, ela é de fato, como minha melhor amiga definiu, "insuportável!" . kct ...
Estou há anos, relevando as chatices dela, as falações, inadequações dela.
Essas coisas pude relevar...Contudo, as sacangens, não há outra definição, as sacanagens dela não dá mais pra relevar!
Nenhuma amiga minha gosta dela! Alias, só as amigas dela, que são tão "fáceis " quanto ela, ou carentes, que amam de menos, que a suportam. Ou, gostam dela porque ela dá carona. Os homens gostam dela porque ela "dá". Ela quer "dar".
É assim mesmo, que ela própria se refere as carências íntimas, pessoais dela...
Ela diz ; "hoje eu quero dar". E problema seu, se ela combinou de sair contigo, e foi você que a convenceu de ir pro mesmo lugar que um dos "peguetes"dela iria estar...A culpada foi você, por acreditar que ela era sua amiga, por confiar que ela ia cumprir com o combinado habitual de deixar em casa...
Alias, naquela noite, iria dormir na casa dela....Mas, nada importa, ela quer "dar". Então, amiguinha, se vira. Entra no táxi, aceita o peso da culpa dela via dinheiro pro táxi. E claro, não ligue, mesmo ela sonsamente dizendo pra ligar e, levianamente afirmando que se preocupa com você.
O tempo passa, e você menos magoada e sem raiva, a perdoa e, mais uma vez releva...Ela te chama pra sair, afinal, só você sai com ela, independente do lugar que ela vá....Pois pra você, o que importa, sempre, é a compania ...
Já para ela, o que de fato importa, é o que melhor lhe convém, se for sair com você, pois você é alto astral, animada, amiga de verdade, e sempre faz o que ela quer, não por você ser subserviente, você é apenas amiga, gentil, atenciosa, e sim, você gosta de agradar, mesmo aqueles que não merecem nada de você.
Como é o caso dela, pois que, se ela merecesse, não te trataria com tanto desrespeito, ingratidão, nem sei descrever tamanha insensibilidade , falta de tanta coisa... Ela não se importa com você, acho que nem com ela própria...Ela projeta as frustrações em você. Joga as banalidades,futilidades e eachismos idiotas nos outros. Joga as pseudo verdades nos outros. Ela acha que é melhor, quer pensar que é alguém melhor do que os outros.Ninguém o é.
Só Jesus, Buda, Javé, Krisna ... Esses sim foram melhores, são melhores que qualquer um de nós. Contudo, nós somos apenas imperfeitos, humanos demais... Ela é invejosa, fofoqueira, adora fazer intriga...
Nossa, e sonsa como é sonsa ... Não tem o mínimo de amor próprio, é difícil de lidar, é "fácil", difamadora... Pseudo Amiga, farsante ...
Ela é acima de tudo uma grande iludida!!!

Playing Mona Lisa

Ficha Técnica:

Título Original:
Playing Mona Lisa
Gênero: Comédia
Tempo de Duração: 97 minutos
Ano de Lançamento (EUA):
2000
Estúdio: The Bubble Factory
Distribuição: Buena Vista Pictures
Direção: Matthew Huffman
Roteiro: Marni Freedman e Carlos De Los Rios, baseado em peça teatral de Marni Freedman
Produção: Bill Sheinberg, Jonathan Sheinberg e Sid Sheinberg
Música: Carlos Rodriguez
Fotografia: James Glennon
Desenho de Produção: Frank Bollinger
Direção de Arte: Kris Boxell
Figurino: Amy Brownson
Edição: Sloane Klevin


seta3.gif (99 bytes) Elenco
Alicia Witt (Claire Godstein)
Harvey Fierstein (Bennett)
Brooke Langton (Sabrina)
Johnny Galecki (Arthur)
Ivan Sergei (Eddie / Carl / Ben)
Marlo Thomas (Sheila Goldstein)
Elliott Gould (Bernie Goldstein)
Tammy Townsend (Alice)
Molly Hagan (Jenine Goldstein)
Estelle Harris (Tia Velva)
Pat Crawford Brown (Ida Weinberg)
Zachary Kranzler (Jeremy)
Joe Mazza (Barry / Bo)
Sulo Williams (Manny)
Sandra Bernhard (Bibi Carlson)



seta3.gif (99 bytes) Sinopse
São Francisco. Claire Goldstein (Alicia Witt) tem 23 anos e é uma estudante de piano clássico. Tudo indica que ela terá um futuro promissor, mas sua vida dá uma guinada quando, logo após de seu namorado lhe pedir em casamento, ele rompe o relacionamento sem nenhuma razão. Para piorar um pequeno terremoto destrói seu apartamento, assim se vê forçada a voltar para a casa de seus pais. Ela tenta se recuperar emocionalmente dos recentes imprevistos, mas as coisas continuam não dando certo. Então uma amiga lhe aconselha a ter um sorriso enigmático como o da Mona Lisa, que deixa as pessoas intrigadas e maravilhadas.


seta3.gif (99 bytes) Pôsters
- Sem cartazes.




seta3.gif (99 bytes) Imagens
- Clique nas imagens para vê-las ampliadas em uma nova janela.






seta3.gif (99 bytes) Premiações
-



seta3.gif (99 bytes) Curiosidades
- O orçamento de Bancando a Mona Lisa foi de US$ 3 milhões.



na Lisa

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

AUTOCONHECIMENTO

"Ao longo da vida, vamos nos revestindo com uma série de proteções, que funcionam quase como cascas. Desenvolver seu autoconhecimento é quebrar essas cascas para entrar em contato com a sua essência, descobrir e aceitar quem você é."

HARMONIA

"É quando você consegue equilibrar suas relações com família, amigos, amores e trabalho, sem precisar abrir mão de ser você mesmo. A harmonia também acontece quando você compreende seus diferentes papéis na vida e consegue conciliá-los com tranqüilidade."

PERSONARE

domingo, 26 de outubro de 2008

AMIGA

Aleca amiga moleca
girasol do meu jardim
irma no meu coracao

Amiga distante
apenas por metros
mas bem mais proxima
que meu atrio direito

es como a extensao
de toda alegria
que contagia e nos
ilumina
com sua generosidade
amizade

AMIGA TE AMO!

Ricardo e a pseudo amiga . . .

antes um
ogro
para mim
apenas um ogro
aos poucos
fui descobrindo
shrek
um verdadeiro amigo
uma das poucas coisas que concordo com uma grotesca pessoa eh
Ricardo, eh amigao, companheirao
ela ao menos sabe reconher amigos de verdade
soh nao aprendeu a se-lo
lamento.
Mas Ricardo
Ricardo eh gentil
mesmo quando chamado de
ogro
rs rs rs
me escuta
mesmo quando sou uma
monstra
me acolhe
mesmo quando pareco uma leoa brava
Ricardo ao contrario da suposta amiga
ele sim, eh amigo de verdade.
Ela eh uma fraude, pseudo qualquer coisa
amiga como Ricardo nao eh
soh os iludidos o acreditam ser....
Ricardo agradeco pela amizade
lamento te-lo confundido por ela
a giratoria pomba ao cubo
. . .
dizer: apologize

Resultados da pesquisa


YouTube - Rihanna - Take A Bow (Very Entertainment )

PROTEJA-SE! Nao ha desculpa pro "indesculpavel" ou Nao diga "desculpe" se voce nao lamenta!

(07:00:47 PM) R: busy pilot, hello!
(07:01:30 PM) R: po, hj tava louca pra ir a cachoeira, mas nenhum de meus amigos podia ir comigo... ;/
(07:28:59 PM) P: oi!oi, foi mal tava no aeroporto
(07:29:00 PM) P: cheguei agora
(07:29:04 PM) P: Qual cachoeira?
(07:32:32 PM) R: alguma na floresta da tijuca, mas nao tive com quem ir, foi ficando tarde...e o calor piorando...
(07:32:52 PM) P: Eu estava em Petrópolis.
(07:33:11 PM) R: fiquei no xurras do meu predio mesmo, mergulhando na piscina...mt chato, pq meus amigos nao podiam ir pro xurras...
(07:33:20 PM) R: lah eh lindo
(07:33:21 PM) P : *&*$#**#*esse é meu cel. qualquer dia desses se precisar de alguem pra conversar me liga.
(07:33:27 PM) R: tava fresquinho?
(07:33:35 PM) P : Tava nada um calor infernal.
(07:33:41 PM) R: vou salvar
(07:34:04 PM) P: So nao me liga hoje pq eu nao to muito bem
(07:34:38 PM) R: o q vc tem?
(07:34:44 PM) R: posso ajudar?
(07:34:49 PM) P: Nao.
(07:34:56 PM) P : Uma garrafa de vodka pode
(07:34:59 PM) R: um abraco nessa hora melhora TUDO!
(07:35:02 PM) P : E eu ja providenciei isso
(07:35:02 PM) R: aff
To cansadaaaa de achar q certas pessoas sao amigas... gente sonsa, falsa, mesquinha, vaga...safada....
(07:35:08 PM) P: O problema é que certas pessoas tem prazer nisso
R:
To aqui olhando pra ela
(07:35:15 PM) R: alcool eh a pior forma escapatoria
(07:35:37 PM) R: eu bebi smirnoff ice 6a e foi pessimo
(07:35:40 PM) P : Esse foi um fim de semana ridiculo na minha vida.
(07:35:52 PM) R: o meu finde foi uma bosta
(07:36:05 PM) R: uma amiga minha mostrou a verdadeira face....
(07:36:27 PM) R: mais uma vez descobri q nao posso confiar em MAIS UMA pessoa q considerava amiga
(07:37:00 PM) P : É
(07:37:06 PM) P : Confiança é um problema serio principalmente pra mim
(07:37:16 PM)(07:38:22 PM) P: De todos meus amigos só sobraram 4 agora
(07:37:27 PM) P: Logo logo estei sozinho
(07:37:28 PM) R: pois eh, precis aprender a conhecer 1o antes de confiar, entregar meu coracao
(07:37:44 PM) R: exato, vc sente entao a dor q ha em meu coracao
(07:37:46 PM) R: me entende
(07:38:00 PM) R: eh como se pedacinhos do meu coracao fossem tirados de mim
(07:38:01 P (07:38:22 PM) P: é
(07:38:22 PM) P: O problema é que certas pessoas tem prazer nisso
(07:38:26 PM) P: comem os pedacinhos de palitinho
(07:38:57 PM) R: as pessoas estao tao mesquinhas, q soh se importam consigo e adoram abutrizar o coracao alheio
28 PM) P: Desculpa Rê não quero ser rude, mas nao estou em condições pra levar essa conversa
(07:39:39 PM) R: claro, entendo
(07:39:54 PM) R: receba meu carinho, virtual ms de todo coracao
(07:40:30 PM) P: ok obrigado.
(07:42:06 PM) R: disponha
R: beijos
P:beijosssssss

terça-feira, 21 de outubro de 2008

Resista-me, afasta-te, fuja!
Expire, inspire, reflita!
Nao eh bem o que voce quer
Atente pro seu coracao, esqueca um pouco da razao mas,
Tenha certeza, fugir nao faz sentido mais
Aproxime-se, agarra-me, pode me cacar, prender,

devorar, me fazer sorrir
extasiar-me de prazer , gozo

Medo tenho apenas de perder-me
Exaltar-me e sumir de mim
Nunca mais amarei demais
Excesso nao eh amor
Ziguezagueando com a dor
Estava antes ao amar demais
Sinto que nao errarei mais

Como se enfim
Aprendesse a amar
Levemente, de forma pura
Disso eu sei, experenciei
Apreendi na alma e maturei no meu
Coracao amo Agape

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

AMOR ARETHE OU EROS?

Resista-me, afasta-te, fuja!
Expire, inspire, reflita!
Nao eh bem o que voce quer
Atente pro seu coracao, esqueca um pouco da razao mas,
Tenha certeza, fugir nao faz sentido mais
Aproxime-se, agarra-me, pode me cacar, prender, devorar

Medo tenho apenas de perder-me
Exaltar-me e sumir de mim
Nunca mais amarei demais
Excesso nao eh amor
Ziguezagueando com a dor
Estava antes ao amar demais
Sinto que nao errarei mais

Como se enfim
Aprendesse a amar
Levemente, de forma pura
Disso eu sei, experenciei
Apreendi na alma e maturei no meu
Coracao amo (Agape?)

Conversa avida



6 de Copas

A importância de refletir

O 6 de Copas surge como seu arcano conselheiro neste momento, Renata, convocando sua alma a se voltar para o passado, a fim de meditar e refletir a respeito de questões que ficaram mal resolvidas ou mesmo apegos que você ainda não superou direito. O momento não é de agitação e sim de pausa, reflexão, para que você possa descobrir as reais necessidades emocionais de sua alma neste momento. Boa fase para conversar com um amigo muito íntimo, um analista ou para ter uma conversa séria – e tranqüila – com alguém que já lhe foi importante no passado amoroso. Retornar ao passado é, muitas vezes, uma forma de tornarmos melhor o nosso futuro. E mais: lembrar o passado é uma forma de evitar repetições infelizes...

Conselho: Investigar as raízes fortalece a árvore.

Ri agora paixao ou rirei pois aposteriori

Aleio? aereo?
lindo, lindo
exuberante
inteligente
xodozinho
obliquo?

Realmente, nao sei decifra-lo, dificil compreende-lo
avalia-lo, contudo
facil, natural
ama-lo, tentei entretanto
eu nao consigo
livra-lo do meu coracao

Paixao, o que farei
entao? Ignora-lo nao consigo.
rejeitar este sentimento
dificil, duro demais
impossivel?
gosto de pensar que nao
ainda encontro
o jeito...

domingo, 19 de outubro de 2008

O ser e o tudo

Contemplacao, voo psiquico
viagem interna
Vejo o mundo
mas olho pra mim
La fora imensidao
um vasto verde
alternancia de cores
flores, arvores
Em mim
um universo de emocoes
sou alegria, desejo, gozo
satifacao,
paz.
Sou feliz e mais
muito mais...

Alice, acorda!

Sao 22:45, faz frio
friozinho gostoso
Deitada na cama
sozinha em meu quarto
mas por dentro
preenchida de
extase, satifacao
Eu me basto
O mundo cabe bem dentro
de mim
Em meu coracao
ja nao bate as angustias
muito menos tristezas
Essas nao visitam mais
Em mim um templo
de luz ,paz
pura harmonia
Sou mais Eu
e isso
me basta!

segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Momento Lunar/Day dreaming...

Well, my name means reborn, so in this moon period...
Bem, se Renata eh renascida ... logo no momento lunar, estou mais pra alterada, revoltada, needy, soo needy... Yeah, I need some tenderness...
Nao falo Portugues, nem Ingles... misturo tudo, descontrolo-me e saio por ai, fora de mim... tambem nao me encontro no outro, pois o outro quando se aproxima pouco dura... nao dura o momento mas permaneci em si, fica em mim, em noo's a
sensacao... o desejo continua latente, mais desejante, mais, bem mais...
insasiavel, desejoso, incontrolavel....
'Ah lua cheia, amada, por mim mais que adorada, deixe-me dormir!!!!...'
Que ao menos em sonhos aconteca, o que por enquanto nao esta ...
Nate, I' ll keep waiting...desire never ends, just keep me awake...
If I were in your arms... I' ll be already in the sweetest dream.
And will hope to be long, until be at sleep... asleep I don't know anything anymore, I know nothing at all. only that I need you, so I can sleep, relax completelly... Oh Mortheus, God of sleep, take me in your arms and let me be in peace. at least for some hours....then let me wake up... rs

momento alterado, lunatico literalmente ....


Aventurar-se é preciso!

O Cavaleiro de Paus como arcano de conselho para este momento de sua vida sugere que é chegado o momento de partir na direção de novas aventuras, Renata. Está na hora de espanar a poeira e deixar o passado para trás! Parta confiante na direção do que você deseja, pois as possibilidades de sucesso são bastante altas. Saiba, todavia, dar-se senso de limites. Diante das vitórias iniciais, não se engane, não caia na tentação de achar que a situação estará para sempre garantida. Afinal, é quando nos vemos em situação vitoriosa que tendemos a abrir a guarda e a cometer atos imprudentes. Você ficará bastante feliz com uma vitória, mas não permita que a alegria elimine o seu poder de planejar.

O Cavaleiro de Paus informa que este é um momento de mudança: de casa, de emprego, de qualquer coisa que já estava velha e superada em sua existência. Momento de se abrir para o novo, Renata!

Conselho: Trilhe os caminhos da aventura!

E' meu amigo Nate, e tivemos uma conversa justamente sobre Isso... Sera' que enfim, meu sonho se realizara'? (...) Cumuruxatiba...SP-RJ....

ou parte do" conto de fadas " me redimira'? so' o tempo respondera'...




sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Uma grande mente, uma iluminada alma

" É melhor tentar e falhar, que preocupar-se e ver a vida passar. É melhor tentar, ainda que em vão que sentar-se, fazendo nada até o final. Eu prefiro na chuva caminhar, que em dias frios em casa me esconder. Prefiro ser feliz embora louco, que em conformidade viver"

Martin Luther King .

(peguei do perfil de uma pessoa linda, linda demais .... )

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

TV Adicted

Quem quer me conhecer, se for o caso, me conhecer relativamente bem... poderia ter uma vaga idéia de quem sou assistindo Gilmore Girls, sou muuuito parecida com a Lorelai....tirando o fato dela ser mãe, e ter independência total dos Gilmores....mas, em breve, serei!Relativamente semelhante(percebam a diferença sutil, parecida/ semelhante) com a Rory ... meu 1o namorado, Rô, é o Dean por completo!!!!Dean é o namorado perfeito, lindo, inteligente, romântico, doce, carinhoso, meigo, atencioso, super mega atencioso, Amigo,Companheiro...
PER FEI TOOO...
E meu ex o problemático e mistrioso Jess... que nem merece mais descrições, porque foi o pesadelo e quase a ruina de Rory e ;e não vale a pena ...
Enfim há varias associações, identificações e analogismos com o universo das Gilmore Girls ...É sem dúvida a 'minha série' favoritissima!!!

http://www.gilmore-fiction.net/?gclid=COiEvbSimZYCFQVuswodexQ67g

Adoro Gossip Girl, quero ser mais como a Serena, e as vezes queria ser mais "individualista", (que eufemismo) como a Blair... queria a malícia libidinal dela ...
E quanto ao Chuck... já me apaixonei por aguns ...(a maioria dos Thiagos que me relacionei foram Chucks... não todos, por isso escrevi "a maioria"...)
Nunca tive um Dan (?), nem muito menos um Nate. o Rô foi infinitamente melhor do que os dois juntos.o Rô era doce, meigo como o Nate, extremamente sedutor e desejante, e dedicado, paciente como o Dan.O Rô possuia todas das melhores qualidades de todos os personagens que interpretam "o heroi", e ele existe, o que faz dele, um Eros em carne e osso. Pena que a Psiqué aqui, não enfrentou a Afrodite, e abandonou as tarefas impostas por ela, perdendo o grande e verdadeiro amor da vida "dela".
Isso porque ele sempre foi cultissímo, um tesão em carne osso, orgasmo materializado em HOMEM, Homem de verdade!Não pseudo, imitação baratésima como Rod...
Enfim, voltando ao universo virtual da TV... rs rs
Assistam, quem quizer ao menos tirar a curiosidade ...
Em Gossip Girl, não há nenhuma personagem que me identifique. ( no one that I can related completly but...)
Mas há certos traços de personalidade e, alguns comportamentos, aos quais me identifico. A liberdade e a inteligência emocional da Serena.( pena que não sou livre de me importar com a alteridade, mas trabalharei isso.)
A sensualidade de Blair [escondida socialmente, mas liberadissima entre 4 paredes (reparem a sutil diferença que tem pra sexualidade, ser sensual não é ser sexual....)]
E por ai vai .... Quem eu seria nesse seriado?
"You know you love me, but who am I , that's something you'll never know, xo xo Gossip Girl." Just identification with some traces of personalities...
(is that correct?)

http://www.cwtv.com/shows/gossip-girl

Descobri recentemente outro seriado que me identifico por demais com a personagem central, [afinal sou leonina(...)] que se chama Laguna Beach
http://br.youtube.com/watch?v=O-1fGAMMfjc
www.mtv.com/ontv/dyn/laguna_beach/series.jhtml - 43k -

São quase 2 da manhã ... vou dormir!
01:54 am xo xo RC.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

Um paralelo: Mulheres & Homens Que Amam Demais

Copiei da Comunidade Homens Que Amam Demais

dono:
taty ades

moderadores:
Lia, Luciane, Nascimento, ♣Jean, Ricardo, Marianna, Vivian "", Wendy, glaucia, Namon

"“Saudade é um pouco como fome. Só passa quando se come a presença. Mas às vezes a saudade é tão profunda que a presença é pouco: quer-se absorver a outra pessoa toda. Essa vontade de um ser o outro para uma unificação inteiraé um dos sentimentos mais urgentes que se tem na vida." (autor não mencionado)

Maiakovski: "Amar não é aceitar tudo. Aliás: onde tudo é aceito, desconfio que haja falta de amor."

" Tira-me a luz dos olhos:continuarei a ver-te.Tapa-me os ouvidos: continuarei a ouvir-te.E embora sem pés, caminharei para ti.E já sem boca poderei ainda convocar-te.Arranca-me os braços: continuarei abraçando-teCom o meu coração como com a mão.Arranca-me o coração: ficará o cérebro.E se o cérebro me incendiares também por fim.Hei-de então levar-te no meu sangue." (Rilke)

http://www.orkut.com.br/Community.aspx?cmm=32918192


Bibliografia

Esse LIVRO é Muito Bom,aborda justamente o tema(Amar Demais).
Recomendo para quem seja MAD;Livro: Mulheres que Amam Demais -Autor:Robin Norwood

MULHERES QUE AMAM DEMAIS (MAD)

Trechos escolhidos -Robin Norwood

'Você está muito mais em contato com o sonho de como o relacionamento poderia ser do que com a realidade da situação. Ser dependente é uma forma de ser não acessível emocionalmente. MAD têm pouca consideração com sua integridade pessoal, dentro de um relacionamento amoroso. Concentram sua energia na mudança do comportamento e sentimentos de outra pessoa com relação a elas, através de manipulações. Quando acontece algo muito doloroso emocionalmente e dizemos a nós mesmos que falhamos, estamos dizemos que temos controle sobre isso: se nos modificarmos, o sofrimento cessará. Alguns sacrifícios para o bem dele incluem comprar-lhe roupas para melhorar sua auto-imagem. Temos necessidade de estar com gente a quem podemos ajudar, para nos sentirmos seguros e com controle da situação. Se já tivéssemos um homem que fosse tudo que quiséssemos, para que ele precisaria de nós? O relacionamento viciador é caracterizado pelo desejo da presença animadora de outra pessoa...o segundo critério é que o relacionamento deiminui a habilidade da pessoa em prestar atenção a outros aspectos da vida e em lidar com eles. Não podemos "consertar" um homem que é agradável como ele é, e, se ele é gentil e se importa conosco, não podemos sofrer. Se não podemos amá-lo demais, não podemos de forma alguma. A MAD experimenta uma sensação de aborrecimento quando se encontra com um homem agradável: nenhum sino toca, nenhum rojão explode, nenhuma estrela cai do céu. Um relacionamento ruim contribui pra o sexo ser excitante, apaixonante e estimulante. Para uma mulher que se encontra num relacionamento infeliz com um parceiro a quem está doentiamente ligada, o ato sexual pode ser o lado do relacionamento gratificante e a única forma de relacionar-se com o parceiro. Quando nos envolvemos com um homem que não é um desafio, pode faltar fogo e paixão no âmbito sexual. Devido ao fato de não estarmos quase em constante estado de excitação por ele e de não usarmos o sexo para provar algo, consideramos um relacionamento mais fácil, mais solto, algo insípido. Os gregos diferenciam eros e agape, sendo o primeiro o amor apaixonado e o segundo o relacionamento estável e compromissado, livre de paixão, que existe entre duas pessoas que se importam bastante uma com a outra. Agape: o amor verdadeiro é o companheirismo com o qual duas pessoas que se gostam estão profundamente compromissadas. Elas possuem muitos valores, interesses e objetivos básicos em comum e toleram saudavelmente suas diferenças individuais. A profundidade do amor é medida pela confiança e respeito mútuos. O relacionamento permite a cada um ser mais inteiramente expressivo, criativo e produtivo no mundo. Há uma grande alegria nas experiências compartilhadas, tanto do passado quanto do futuro e também nas que são antecipadas. Cada um vê o outro como seu amigo mais querido. Outra medida da profundidade do amor é a predisposição em olhar para si mesmo de forma honesta para promover o crescimento do relacionamento e o aumento da intimidade. Estão associados ao amor verdadeiro os sentimentos de serenidade, segurança, devoção, compreensão, companheirismo, apoio mútuo e conforto. Prometemo-nos, de diversas formas, que um relacionamento apaixonado (eros) nos trará contentamento e realização (agape). Todos os relacionamentos fracassados, baseados inicialmente em paixão espantosa, podem testemunhar que essa premissa é falsa. A frustração, o sofrimento e o anseio não contribuem para um relacionamento estável, firme e rico em cuidados e atenção, embora sejam certamente fatores que contribuem vigorosamente para um relacionamento apaixonado. Interesses, valores e objetivos comuns e capacidade de intimidade grande e sustentada são os requisitos, se é para o encanto erótico inicial de um casal finalmente transformar-se numa devoção compromissada e atenciosa, que se fortificará com o tempo. Se tem que haver excitação e desafio contínuo num relacionamento, após um compromisso, então deve basear-se não na frustração ou anseio, mas na exploração até maior dos mistérios gostosos que existem entre um homem e uma mulher comprometidos. A confiança e a honestidade de agape devem combinar com a coragem e a vulnerabilidade da paixão, para criar uma intimidade verdadeira. Frase de um ex-alcólatra: quando bebia, ia para a cama com muitas mulheres e muitas vezes tinha basicamente a mesma experiência. Desde que fiquei sóbrio só fui para a cama com minha esposa, mas cada vez é uma experiência nova. A emoção e excitação que não vêm do estimular e ser estimulado, mas do conhecer e ser conhecido, são muito raras. Características das MAD: pouca auto-estima, necessidade de ser necessária, vontade forte de mudar e controlar as pessoas e uma predisposição ao sofrimento. Se o relacionamento que tivemos com nossos pais foi de atenção, afeição, interesse e aprovação, quando adultos nos sentiremos bem com pessoas que produzem sentimentos de segurança, calor humano e autoconsideração positiva e tendemos a pessoas que nos fazem sentir menos positivas a nosso respeito. É a possibilidade emocionante de retificar velhos erros, de ganhar o amor perdido e de conseguir a aprovação negada que, para as MAD, é a química inconsciente que está por trás de se apaixonar. Mulheres com passado mais saudável têm reações e relacionamentos diferentes, porque o conflito e o sofrimento não lhe são familiares. Quando alguém nos ajuda, sempre nos ressentimos com a implicação da superioridade e força da pessoa. Além disso, os homens precisam sentir-se mais forte que a parceira para sentir-se sexualmente atraído por ela. A suposição de que podemos melhorar uma pessoa com a força de nosso amor e que é nossa obrigação fazê-lo, reflete-se em nossa fala e MAD escolhem parceiros cruéis, indiferentes, abusivos, incessíveis emocionalmente, viciados ou incapazes de ser amáveis e interessados, com base na compulsão de controlar os mais próximos. Controlando o que se passa ao redor, tentam criar uma sensação de segurança. Nenhum choque, surpresa ou sentimento. A ajuda é o lado ensolarado do controle. Quando fazemos por outra pessoa o que ela pode fazer, planejamos seu futuro ou suas atividades diárias, instigamos, aconselhamos, lembramos, advertimos ou persuadimos, quando não conseguimos tolerar no lugar dela as consequa6encias de seus atos e tentamos mudá-los, isso é controlar. Nossa esperança é que, se podemos controlá-la, então podemos controlar nossos sentimentos para com ela. O efeito produzido, no geral, é o oposto do esperado e as MAD possuem homens rebeldes, ressentidos e críticos. Sem considerar a própria necessidade de manter a autonomia e o auto-respeito, param de vê-las como a solução dos problemas e fazem delas sua fonte. É preciso aprender a deixar as coisas fluírem, em vez de forçá-las.'