sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Como faz?

Bom mesmo é ter amigos que por mais repetitivos que sejamos, eles nunca fazem pouco caso do nosso sentimento. Têm um certo "amigo" que me faz pensar se é de fato meu amigo. Só procura quando está precisando de algo e, eu ingenuamente persisto em ser sua amiga ... Sério, Reca? Sim, mais uma vez me iludi com um "amigo"; Toda vez que ele tava mal e me procurava, eu o escutava com carinho, respeito, valorizando seus sentimentos. Todo bom amigo age assim, não fiz nada diefrente do que um amigo sincero faria e faz. Há tempos que não sabia dele, mas não por falta de procura-lo. Amigo de verdade é aquele que pode ter o tempo que for sem ver, quando reencontra parece que foi outro dia que estivemos juntos. Enfim, fora as coisas da vida que não nos permite estar com todos que amamos, por mais que desejemos muito. Bem, hoje ele me ligou e, mais uma vez queria algo que não era saber de mim, queria vender coisas que está fazendo. Eu já tava com o pé atrás com ele, porque ultimamente ele resovera me procurar só pra pedir favores. Uma vez foi pra saber se eu tinha como ajuda-lo a conseguir emprego. E, ai a outra vez, foi porque soubbe que eu estou com um espaço de massoterapia e, queria saber se precisava de secretário ... Ou seja, eu era pra ele um infojobs da vida. E, outra coisa, quando nos encontrávamos, ele sempre tinha algum drama com algum "bofe", como elecostumava falar de seus casos. Eu sempre gostei dele, por ele ser divertido, engraçado, sarcástico e ter outras coisas parecidas comigo, que não me veem a mente no momento. O fato é que por mais divertido que ele seja, ele não agia como um bom amigo. Eu fui estupida por falar que tava chateada com um assunto e, ele fez pouco caso do meu problema. Irônico, porque ele só tiha problemas. Não lmbro nenhuma vez que ele não tivesse algum drama com algum ffair dele. E, tínhamos um problema em comum e essas carascterísticas de personalide que fez com que nos tornásemos amigos, ou assim eu achava.
Cansei dessas pessoas quesó me procuram quando precisam e, só me chamam pra sair porque eu liguei. Que porcaria de situação! Cansei de procurar quem ão me dá valor. As pessoas falam que não procuram ninguém, que não ligam pra ninguém. Caramba, elas devem ser realmente extraordinárias, fantásticas e vitais para minha vida e paraas vidas dos seus amigos!
Chega de me preocupar com pessoas que não me merecem!
Porém, como faz para parar de me importar? Como é que faz pra ignorar, esquecer, deixar pra lá?

terça-feira, 30 de janeiro de 2018

O amor e a fé

Quando nossos corações parecem parar de bater e a sensação de morte nos abater, tenhamos fé que o amor a tudo supera e é mais forte que tudo!

sábado, 27 de janeiro de 2018

The best part of me is gone

My pain is such that even the rain can't wash way my sorrow.
My misery is all that I have left!
How am I suposse to carry on without my heart?
How am I supose to live without you?
How to carry on without the best part of me?
Lonlyness and broken heart are all that  I have.
I still love you, that's no other way!
I have always loved you!
I love you because I don1t know how would life be if I had never met you
I love you because I don't know how to feel  another way.
I love you, that's all I can do.
My life has meaning because you are part of me.
Before you, I was only a shadow of me.
Before you, I was like a ghost haunting my life
After you, I finally learn how to love.
But, I didn't learn to love myself, not enterly.
I learned to love part o me.
The part that was you.
Now that you are gone.
I don't now who am I.
Who am I if not the woman you love?

Resultado de imagem para estou pela metade

Sensação de morte

Quando estou muito triste, precisando organizar meus pensamentos
Quando preciso por em ordem meus sentimentos
Costumo arrumar a bagunça do meu quarto
E, arrumando minhas coisas, me deparei com cartas e cartões que você me escreveu ...
Como você podia ser tão apaixonado?
Como você me amou tanto?
O quê eu fazia pra te merecer?
Eu era tão estúpida, grossa, injusta, babaca ...
E, você sempre um lorde, doce, um amor, lindo, generoso, gentil, maravilhoso, simplesmente maravilhoso.
Meu coração dói, é uma dor que parece que estou entre a vida e a morte.
Passo mal toda vez que penso como consegui te magoar de tal forma.
Quando estou sozinha, ou mesmo cercada por pessoas e, deixo meus pensamentos tomarem conta de mim, me dá um aperto tão doloroso, parece que estou morrendo.
Tento me distrair, ao longo do dia é até possível, mas se por um lapso eu não controlar, meus pensamentos, eles me levam diireto até você, a dor mortal volta e toma conta de mim, sinto que estou morrendo novamente.
Toda vez que penso em você, toda vez que lembro o quê fui capaz de fazer conosco, sinto que estou morrendo ...
Esta dor no peito é como se a morte viesse me levar e definitivamente me tirar de você ...
Me perdoa, por tudo que há de mais sagrado, me perdoa!
Me deixa voltar pra você!
Me aceite de volta!
Me sinto como se estivesse morta, vagando pelo mundo sem coração, sem a melhor coisa da minha vida.
Viver sem você é experenciar a morte.
Quando estou distraida com as coisas da vida, fico anestesiada, fico em outra dimensão, não há dor, estou viva.
Mas, se meus pensamentos conseguem ultrapassar as barreiras desta dimensão criada pelas distrações da vida, a ferida anestesiada volta a doer como se o inferno tomasse posse da minha alma.
A morte seria doce, deixar de viver talvez fosse uma forma de não sentir, uma forma de não me sentir morta estando viva.
Estaria morta de fato e, isso talvez fosse melhor que essa dor.
A morte não me parece tão ruim, não comparado a me sentir morrendo, essa dor, parece que estou morrendo, mas não morro, fico só sofrendo com a morte eminente, mas que não chegará tão cedo.
Continuarei amando você, continuarei a pedir a Deus que me dê sinais que você ainda me ama e que vai voltar pra mim.
Continuarei a pedir a Deus que me perdõe e me acete de volta.
Sinto que estou morrendo.
Eu me sinto como se fosse uma sombra de mim, uma alma penada assombrando o quê antes era minha vida.


Resultado de imagem para estou morrendo











terça-feira, 23 de janeiro de 2018

O amor é algo tão inexplicavelmente poderoso que nem mesmo os agentes do destino podem interferir. Os sonhos são adaptáveis, você pode ajustá-los, até porque a realidade a cada dia torna-se mais cruel e a probabilidade de realizarmos nossos sonhos diminuem pelos problemas queaumentam colossalmente aqui no Brasil. Mas, o amor,esse fenômeno emocional, ah, esse nada nem ninguém pode interferir, porque nada ne ninguém pode interferir no amor que sentimos.
Resultado de imagem para os agentes do destinoImagem relacionada

segunda-feira, 22 de janeiro de 2018

O quê houve para me perder de mim mesma? Ou, por quê parti nosso coração?

No momento que senti que era uma cilada, assim que minha razão chamou minha atenção para a coversinha fiada, eu deveria ter agido e dito qe era casada, muito bem casada!
Infelizmente, não falei, deixei a conversa seguir em direção a uma traição, independente de ser pelo Whatsapp ou pessoalmente, as coisas que fiz, as palavras indecentes e fotos me expondo de forma vulgar e imoral.  Como pude fazer algo tão baixo?
Por que fiz essas coisas vergonhosas e degradantes? Pra quê me expor e agir assim de foma tão indecete, tão vulgar, tão nojenta?
O quê estava acontecendo comigo mesma para me perder desta forma?
Que vazio é esse, que falta de amor próprio é esse para sabotar a única coisa marailhosa que eu tinha?
O quê estava acontecendo dentro de mim para sabotar a única coisa que conquistei e investi meu coração por oito anos, investi minha vida ?
Por que na hora que vi que a conversa estava se disvirtuando de amizade para safadeza eu não dei um corte, por que não interrompi o papinho furado?
Que porcaria de carência é essa que estragou algo tão lindo que foi construido com tanto esmero, dedicação, amor, tolerância, luta e perseverança?
O único homem que eu realmente amei (amo), o único relacionamento que vi futuro (e continuo vendo), a única relação de verdade que mantive e que verdadeiramente me doei, me entreguei de corpo, alma e coração.
Nunca antes havia entregue meu coração assim tão completamente sem medo e sem receio.
Eu sempre poupei meus sentimentos, guardando para um futuro amor.
Poupei e economizei tanto que na hora de poder investir todo o meu coração errei a mão, me perdi existencialemnte sendo apenas namorada.
Ser apenas namorada e eventualmente aluna, pesou na  relação, desgastou o coração ou algo que se assemelhe a peso e desgaste, não encontro descrição apropriada ... Ser aluna era temporário, meu namoro era a única coisa constante na minha vida, além dos meus cuidados com a minha saúde. Sem propósito, vivia em torno do meu amor, vivia praticamente sua vida, pois se eu tivesse vida própria, estaria preenchida de contentamento comigo mesma, não teria esse vazio, essa carência. Teria amor próprio porque estaria contribuindo como cidadã.Não me sentiria vazia, muito menos perdida e carente. O trabalho ocuparia o meu tempo, me distrairia e eu me sentiria útil e com valor, alé é claro do salário.

Só sei que o quê fiz não tem como explicar a não ser pelo fato de ser impulsiva, e me deixar levar pelo desejo instigado pelo imediatismo, pela infantilidade e estupidez  de uma carência doentia.
Eu preciso desenvolver meu amor próprio, preciso aprender a cuidar de mim e preciso aprender a gostar da minha própria companhia.
Eu preciso me aceitar, preciso me perdoar, eu preciso me permitir ser sincera comigo mesma!
Eu errei e não assumi o erro. Pedir perdão não é assumir o quê fiz de errado, é apenas constatar que fiz algo errado sem assumir.
Por que não assumi o erro quando você me deu a oportunidade de ser honesta?
Porque na minha cabeça o quê aconteceu não passava de uma fantasia que só existiu na minha imaginação, numa realidade criada pela carência, criada pela infantilidade, ao menos é o quê eu acredito que eu tenha feito, criado uma realidade dentro de uma realidade. Criei uma realidade paralela, uma realidade fictícia, uma realidade imaginada e que só existia na minha imginação.
Porém, não foi uma alucinação, eu realmente escrevi coisas indecentes e enviei para alguém que não era meu marido, até porque, meu amor jamais deixaria eu me expor (que eu me expussese) tão perigosamete assim.
Meu marido é horando demais, decente demais,  como pude fazer o quê fiz?
O quê eu fiz? Por que eu fiz? Pra quê deixei me levar por um impulso auto sabotador?
Por que me deixei levar por uma carência irracional? Jutstamente por ser um impulso, justamente por ser irracional, logo sem controle.
Agora o quê me resta fazer é me recompor,  cuidar  melhor de mim, me responsabilizar por tudo o quê fizer, aprender a me amar  descobrir uma forma de me auto controlar.
O tempo cicatrizará nossos corações e quem sabe nos reencotremos mais evoluidos, mais leves na alma e quem sabe eu consiga se melhor para você? Eu vou me tornar uma pessoa melhor para mim, para consequentemente ser melhor para nós!
O amor que sentimos um pelo outro é inabalável. Nosso amor superará esta grande sacanagem que fiz! Eu lamento, eu preciso me redimir, eu preciso aprender a te valorzar e segurar essa raiva descontrolada. Eu vou aprender a me controlar e me tornarei uma pessoa melhor.
Eu amo você, eu exclui e bloqueeei a pessoa que foi o motivo dessa maldição toda!
Tempo e foco em me tornar uma pessoa melhor.
Agora o tempo que temos será para nos recompor e cicatrizar nossos corações. Tempo para cada um cidar de si, levantar desse tufão que eu causei ... Hora de focar em nós mesmos, regatarmos nosso "eu" para poder seguir em frente com dignidade e em paz.
Dedicarei meu tempo atual para o trabalho. Chegará em algum momento, a hora de nos reencontrarmos para vermos como seguir novamente juntos e melhores.









~e houve par





















quinta-feira, 18 de janeiro de 2018

O quê não se explica

Explicar o amor não se explica, se sente.É óbvio pra uns e para outros são respostas sinápticas neuronais.Agora sempre perguntei ao meu amor como ele poderia me amar sendo como sou. Eu só posso me responsabilizar pelo que eu sinto e como eu me comporto. Se me ama algo bom eu devo ter ... Eu sei que meu amor têm defeitinhos, mas são justamente defeitinhos por serem tão pequenos porque perto de uas qualidades ficam insignificantes As qualidades raras e admiráveis do meu amor são tantas ... Primeiro que em seu olhar vejo amor e meu futuro nos olhos mais doces e gentis que já alguém poderia sonhar existir. Segundo, ele pode ser um pouquinho resmungão, fazer muchochos e até ter 3 tipos de ronco, mas nenhum deles me impedem de dormir. Quando ele me abraça me sinto a mais completa mulher, me sinto amada, me sinto segura como se nada de mal pudesse me tocar.
Ele tem uma tolerânica inacreditável, quanta paciênca, como ele é generoso, gentil e lindo.
Nossa, ele é muito muito lindo. Não só é um "gato", mas uma pessoa linda! Uma de suas qualidades mais admiráveis é a sua honestidade, mas são tantas outras grandes qualidades ... Ele é honrado, educadíssimo, praticamente um lorde, muito melhor queos príncipes encantados dos contos de fadas porque eleé real e é realmente encantador e gentleman. Sua doçura aos poucos foi amenizando minha amargura. Sei que o faço bem também, entretanto, eu tento ser melhor porque ele merece o melhor de mim. E, vocês podem nem acreditar em mim, porém, se tem alguém que desperta o melhor de mim, esse amável alguém é o meu amor. Ele canta, me encanta e eu o pego pra dançar. Ao me abraçar me sinto plena, me sinto em paz. Estar nos seus braços é finalmente estar em casa.

Sobre a carência

Você já se sentiu excluido? Diferente e incompreendido? "Será que há algum problema?  Por quê as pessoas gostam de mim ". Essas perguntas já passaram ou passam pela sua cabeça? Você já questionou as pessoas por quê elas te amam? Você não consegue entender o amor que sentem por você? Acredite, você não é tão diferente assim dos outros. Só que há pessoas que dirfarçam muito bem ou tem amor próprio e uma boa auto estima. Com tudo, há também os que estampam um belo sorriso tentando esconder o sofrimento, a baixo auto estima e um amor próprio oscilante. Mas, quando crescemos ouvindo que fazemos coisas erradas, e nos humilham, e nos dizem que não deveríamos ter nascido, que era melhor terem nos abortado e agressões emocionais existenciais como essas, já é difícil para uma pessoa que não nasceu com nenhum tipo de transtorno psicólogico ou doença mental, ou algum tipo de doença que cause uma maior dificuldade de ser no mudo, já é difíil, agora tentemse imaginar com Transtorno de peronalidade Borderline. E imagnou? Difícil, né?
Sabe por quê? Porque muitas vezes só conseguimos compreender por experiência própria. Ou, porque temos um transtorno ou uma doença que nos causam feridas que as vezes nunca cicatrizam por mais que se tente.
Não obstante, para maioria das coisas na vida o tempo continua se mostrando um bom e renovador amigo dos corações e almas feridas,

Um pouco disso e pouco daquilo

Um pouco de cognitvo comportamental com um pouco de um quê transcedental. (vamos colocar desta maneira)

Bom dia para quem conseguiu dormir! Daqui a pouco o sol nasce para nos aquecer com amor, nos nutrir de paz e harmonia. Que esse novo dia lhe seja leve, lindo e que você possa ir e vir em segurança e em paz. Toda felicidade e as melhores coisas da vida para nós! Acreditemos na nossa própria luz e tenhamos força para afastar as sombras que também fazem parte da gente. Fiquemos atentos aos nossos pensamentos, nós que o controlamos, não nos deixemos ser controlados pelos pensamentos negativos, percebeu que tá pensando negativamente? Troque por pensamentos positivos. Sejamos inundados de bons pensamentos. Tente não alimentar a negatividade que vem tão naturalmente. Nos esforcemos para focarmos na nossa luz